Cloud computing ou servidor dedicado: qual é a melhor opção?

Cloud Computing

Cloud computing ou servidor dedicado: qual é a melhor opção?

25/01/2017 - 13:54

Cloud Computing ou Servidor Dedicado: qual a melhor opção?Quando buscam mais mobilidade e escalabilidade operacional, empresas podem optar por dois caminhos. Um, o investimento em um servidor dedicado, que pode dar mais controle sobre a infraestrutura. Outro, o investimento em cloud computing, que tem como vantagem o custo reduzido e a simplicidade da gestão.

Mas qual é a melhor opção? Cloud computing ou servidor dedicado? Confira no nosso post de hoje!

O que é uma plataforma de cloud computing?

Serviços de cloud computing podem ser definidos como plataformas com alta flexibilidade onde empresas podem executar ferramentas com escalabilidade e segurança.

Ao contratar um servidor na nuvem, a companhia contará com um ambiente de TI altamente personalizável e fácil de ser escalado. Além disso, como os custos variam conforme a demanda, o gasto com TI passa a ser mais preciso.

Como o servidor dedicado funciona?

Um servidor dedicado é uma máquina contratada por uma empresa para uso pessoal. Ela é configurada, mantida e atualizada com recursos internos. Isso permite que a empresa tenha um controle amplo sobre os seus recursos, podendo definir regras de uso de acordo com a sua necessidade.

Afinal, qual é o melhor: cloud computing ou servidor dedicado?

Servidores dedicados e plataformas de cloud computing podem ser utilizados para os mesmo propósitos mas, por serem duas soluções diferentes, o impacto que cada uma possui na empresa a médio e longo prazo pode ser bem diferente. Veja, a seguir, a comparação dos principais aspectos de ambas as soluções.

Custo de manutenção

Servidores dedicados tendem a possuir um custo de manutenção maior do que ferramentas de cloud computing. Por isso, a escalabilidade passa a ser restrita, uma vez que novos dispositivos devem ser adquiridos para que os recursos sejam ampliados.

Isso pode aumentar o tempo necessário para empresas atenderem a demandas do mercado ou mesmo prejudicar a prestação de serviços em momentos de sobrecarga.

Por outro lado, plataformas de cloud computing contam com um custo a médio e longo prazo mais preciso. Os custos de manutenção são divididos entre todos os usuários. Além disso, a escalabilidade é maior, uma vez que os recursos contratados podem ser alterados conforme for necessário.

Segurança

Ambas as plataformas podem contar com um nível de segurança elevado. Mas, enquanto plataformas de computação na nuvem fornecem regras de segurança por padrão, um servidor dedicado precisa ser configurado manualmente conforme as necessidades da empresa.

Gestão

A gestão de um servidor dedicado, a longo prazo, também tende a ser mais complexa. Além das configurações de segurança e processos de troca de dispositivos, a empresa que possui esse tipo de solução precisa efetuar manualmente o backup dos dados, a atualização de sistemas e demais medidas de gestão.

Isso não ocorre em uma plataforma de cloud computing. A atualização de sistemas, assim como as rotinas de backup são executadas automaticamente. Isso garante que o negócio não terá problemas com perda de dados e sempre contará com a versão mais recente dos seus sistemas.

Em geral, a escolha entre cloud computing ou servidor dedicado deve ser feita, principalmente, levando em consideração o perfil da empresa. Cada solução é feita para atender a um determinado público e, diante disso, o gestor de TI deve avaliar todos os fatores envolvidos no uso dos dois sistemas para fazer a escolha certa.

Se você gostou do nosso post e deseja receber em primeira mão as principais notícias sobre TI, assine já a nossa newsletter!

CTA_E-book_CLOUD-COMPUTING

Somos especialistas em tornar a gestão das empresas mais ágil e segura.