Empresas do Simples Nacional entregando do Sped Contábil? | Blog

Contabilidade/Fiscal

Empresas do Simples Nacional entregando Sped Contábil?

por Jaqueline Amorim e Caio Zimmermann • 23/08/2019 • 13:39

Um novo mundo está batendo à sua porta, o mundo moderno e digital.

Os projetos do Sistema Público de Escrituração Digital vêm nessa mesma linha, inovando e tornando cada vez mais moderna e atual a nossa contabilidade. Sabemos que o intuito não é somente esse, mas por que não aproveitar essa deixa para também seguirmos nessa linha? Saiba as vantagens de entregar o Sped Contábil mesmo não sendo obrigado!

Ambiente Digital

Com a sua contabilidade em dia, é possível ter todas as informações disponíveis no ambiente digital do Sped. Você não precisará mais imprimir os livros diário e razão!

Sustentabilidade

Quanto menos papel impresso, melhor. Nosso meio ambiente agradece e muito a iniciativa!

Economize

Não precisa imprimir os livros, não precisa encadernar e não precisa se preocupar em armazená-los. Com isso, menos custo para você!

Imprimir, encadernar, levar, buscar, guardar? Nada mais disso é necessário!
Opte já por ter uma contabilidade do futuro, ajude o meio ambiente e ainda economize com isso!

Sua empresa dando mais um passo em direção ao futuro moderno e digital!
Traga sua empresa para uma contabilidade que quer evoluir com você. Chame a gente!

Artigos relacionados

Newsletter

Receba dicas e as novidades do mercado para ganhar muito mais tempo e eficiência nas operações da empresa! Preencha seus dados e assine nossa newsletter:



A MP nº 936/2020 foi publicada em 1º de abril de 2020, trazendo medidas para combate ao desemprego diante do atual cenário da pandemia.

Uma das principais medidas está relacionada com os acordos realizados com os empregados para a redução de jornada e salário, bem como a suspensão do contrato de trabalho.

Essa MP foi publicada com prazo de validade de 60 dias, ocorre que em 1º de junho houve a expiração deste prazo.

Com isso, o Congresso Nacional prorrogou a sua vigência por mais 60 dias.

Entretanto, importante destacar que esta prorrogação não autoriza as empresas a realizarem um novo acordo de suspensão do contrato de trabalho por mais 60 dias, caso a empresa já tenha optado por esta opção anteriormente.

Essa prorrogação da vigência dá a oportunidade das empresas que ainda não realizaram a suspensão do contrato ou a redução de jornada, de aderirem a essas medidas do Governo.

Agora, se a empresa já realizou a suspensão do contrato de trabalho por 60 dias, ela ainda poderá realizar um novo acordo para a redução da jornada e salário pelo prazo de 30 dias, pois não poderá haver acordos superiores a 90 dias.

 

Fonte: Jornal Contábil

A MP nº 936/2020 foi publicada em 1º de abril de 2020, trazendo medidas para combate ao desemprego diante do atual cenário da pandemia.

Uma das principais medidas está relacionada com os acordos realizados com os empregados para a redução de jornada e salário, bem como a suspensão do contrato de trabalho.

Essa MP foi publicada com prazo de validade de 60 dias, ocorre que em 1º de junho houve a expiração deste prazo.

Com isso, o Congresso Nacional prorrogou a sua vigência por mais 60 dias.

Entretanto, importante destacar que esta prorrogação não autoriza as empresas a realizarem um novo acordo de suspensão do contrato de trabalho por mais 60 dias, caso a empresa já tenha optado por esta opção anteriormente.

Essa prorrogação da vigência dá a oportunidade das empresas que ainda não realizaram a suspensão do contrato ou a redução de jornada, de aderirem a essas medidas do Governo.

Agora, se a empresa já realizou a suspensão do contrato de trabalho por 60 dias, ela ainda poderá realizar um novo acordo para a redução da jornada e salário pelo prazo de 30 dias, pois não poderá haver acordos superiores a 90 dias.

 

Fonte: Jornal Contábil