fbpx

Entenda de uma vez por todas o que é Balanced Scorecard

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Existem diversas ferramentas que auxiliam a gestão empresarial — e surgem novas a cada dia. Mas existe uma que não é novidade e que é extremamente útil e certeira para as estratégias de um negócio: o Balanced Scorecard (BSC).

Apesar de não ser algo novo e ajudar muito os gestores que o utilizam, muitas empresas ainda não aproveitam os benefícios de colocar o BSC em prática — mas você pode começar agora!

Entenda o que é Balanced Scorecard, seus principais elementos e saiba qual é sua relação com o planejamento estratégico!

O que é Balanced Scorecard

O BSC é uma ferramenta que qualifica o gerenciamento empresarial e auxilia o gestor na medição de resultados e na tomada decisões com base em dados qualitativos e quantitativos.

Pela análise de perspectivas internas e externas da empresa, o BSC estabelece previsões, que posteriormente são comparadas com os resultados consolidados. Dessa mesma forma, em um novo período no futuro, os números realizados passados baseiam os novos planejamentos.

Quais são as perspectivas

As perspectivas são quatro partes muito importantes do funcionamento da empresa. Dentro delas, fatores específicos importantes são estabelecidos de maneira adequada à organização. São esses fatores que contém as previsões e revelam os resultados.


(Fonte: http://www.portal-administracao.com/2014/03/o-que-e-balanced-scorecard-bsc.html)

1. Perspectiva dos clientes

Dentro do quadro de influência dos clientes, são estabelecidos fatores como índice de satisfação e Lifetime Value (Valor do Tempo de Vida do Cliente). São indicadores que medem qualitativa e quantitativamente o sucesso em vendas, as prestações de serviços e o atendimento.

2. Perspectiva financeira

Dentro das finanças geralmente utilizam-se indicadores financeiros como fatores. Para isso, analisa-se a empresa para identificar os indicadores que se encaixam bem na gestão e geram respostas sobre os resultados e a qualidade das operações do setor.

3. Perspectiva de aprendizado e crescimento

Essa perspectiva diz respeito ao sucesso da evolução da empresa em relação à pesquisa, à busca do progresso geral, de setores e de funcionários, e ao desenvolvimento de melhorias. Para tanto, abrange fatores como a qualidade da coleta de dados e os recursos investidos em aperfeiçoamento de profissionais.

4. Perspectiva dos processos internos

Os fatores a serem compreendidos pela perspectiva dos processos internos dão respostas sobre os pontos críticos dos procedimentos da empresa por indicadores de desempenho.

A taxa de retrabalho, por exemplo, pode ser um dos fatores. Quanto menor ela for, demonstrará que mais eficiente são os processos e menos custo eles geram ao negócio.

Relação entre planejamento estratégico e BSC

O Balanced Scorecard não é apenas uma tabela de indicadores. O BSC tem relação direta com o planejamento estratégico da empresa.

Após a elaboração do BSC é feito o mapa estratégico, que fornece ao gestor respostas contextualizadas da empresa — que o ajudam a tomar decisões e podem guiar ações do negócio.

Para fazer o mapa é preciso ter uma visão geral da situação, seja em documentos impressos ou na tela. Então, as diferentes perspectivas e seus fatores têm que ser relacionados para que os pontos de influência existentes entre eles sejam encontrados.

Por exemplo: se o índice de satisfação do cliente de um escritório de contabilidade for baixo da perspectiva dos clientes, a taxa de retrabalho, na perspectiva dos processos internos, também pode estar.

Então, encontra-se a relação entre ambos os indicadores e se sabe que a solução é melhorar os fluxos de trabalho ou investir em aprendizado e crescimento das equipes, caso um dos fatores dessa última perspectiva corrobore a resposta dos demais. Se ela não corroborar, a causa da insatisfação e do retrabalho pode estar em outro fator.

Nesse sistema de relacionamento de índices de qualidade e quantidade — e por meio dele —, a empresa pode planejar ações como:

  • implementação de ferramentas e recursos;
  • mudança e ampliação de equipes;
  • criação de programas de qualificação profissional;
  • adição, ajuste ou redução de indicadores de performance e/ou financeiros;
  • pontos críticos a serem monitorados;
  • medir a satisfação dos clientes.

Por fim, no planejamento estratégico, todos esses quesitos serão observados com a ajuda do BSC, o que qualificará as decisões e as estratégias da gestão.

Agora que você entendeu o que é Balanced Scorecard, não deixe de nos seguir nas redes sociais para acompanhar muito mais conteúdo valioso sobre gerenciamento de negócios. Estamos no LinkedIn, no Facebook e no Twitter!

CTA A evolução da contabilidade

Assine a nossa Newsletter