fbpx

Gestão de custos: os 5 erros comuns que sua empresa deve evitar!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Gestão de custos: os 5 erros comuns que sua empresa deve evitar!Conseguir fazer uma gestão de custos eficaz permite que a empresa se torne mais competitiva no mercado, além de proporcionar uma lucratividade maior. Porém, para conseguir isso é preciso cuidar de alguns aspectos que fazem toda diferença nos resultados.

Listamos aqui 5 erros comuns que sua empresa deve evitar para fazer uma melhor gestão de custos. Confira!

Não controlar o estoque adequadamente e desconhecer seu valor

O estoque de uma empresa é formado a partir do investimento do capital de giro disponível. Quando ele é mal empregado, os riscos de lidar com excessos, avarias, perdas e desperdícios são muito grandes e isso impacta diretamente nos custos da operação, tornando-os ainda maiores.

Além disso, conhecer os custos relacionados ao estoque (armazenagem, custo do produto, mão de obra, entre outros) é fundamental para que se consiga fazer a precificação adequada.

Não fazer a precificação correta

A precificação é um ponto muito importante na gestão de custos. Quando o produto é vendido por um preço abaixo do ideal, além de comprometer a margem de lucro, corre-se o risco de que o valor obtido não seja necessário para cobrir os gastos, gerando prejuízos.

Ao mesmo tempo, para definir o melhor preço todos os custos devem ser identificados e atribuídos a essa variável.

Não saber se a empresa está operando com lucro ou prejuízo

O fluxo de caixa é uma forma de controlar todas as entradas e saídas de dinheiro na empresa. O resultado da análise dessa atividade aponta se a empresa está operando com lucro ou prejuízo. Desconhecer essa informação, em muitos casos, quer dizer que não se sabe ao certo quais são os custos totais da empresa e que eles não estão sendo devidamente identificados e controlados.

Essa falta de controle pode fazer com que os custos sejam maiores do que o necessário, o que faz com que o negócio perca dinheiro e o gestor não consiga identificar esse prejuízo, pois não tem as informações adequadas para realizar essa análise e apontar quais pontos precisam de melhorias.

Não automatizar os processos

A execução de atividades manuais aumenta o risco de erros, necessidades de retrabalho, reduz a agilidade dos processos e o índice de produtividade. Tudo isso faz com que os custos sejam mais elevados do que o ideal, comprometendo a eficácia da gestão.

Para solucionar esse problema, o investimento em um software de gestão é uma boa alternativa. Além de corrigir essa falha, ele proporciona diversos benefícios, que vão desde a melhoria nos métodos de trabalho, até a redução de custos e suporte ao processo de tomada de decisão — contribuindo para que melhores resultados sejam alcançados.

Desconhecer todos os custos

Por fim, um dos erros mais graves que se pode cometer na gestão de custos é não identificar quais são eles e como eles afetam a gestão e  os lucros da empresa. Portanto, o ideal é verificar tudo que gera gastos e compromete os resultados.

Isso inclui conhecer alguns “custos invisíveis”, que prejudicam o alcance das metas e que muitas vezes não são acompanhados. Os exemplos mais comuns são os custos de perdas na produtividade e desperdícios.

Como vimos, a gestão de custos é muito importante para alcançar resultados aprimorados e ajudar no sucesso de um negócio. É possível contar com empresas que ajudam nessa gestão, como o Grupo Meta, que tem um grande portfólio de serviços, incluindo a organização contábil e desenvolvimento de softwares para gestão empresarial.

Agora que você já sabe como fazer a gestão de custos da sua empresa, aproveite para assinar nossa newsletter e ficar por dentro de outros conteúdos que postamos aqui no blog!

Assine a nossa Newsletter