Contabilidade/Fiscal

Gestão de inventário: 6 formas de otimizar os dados do seu estoque

por grupometa • 30/05/2017 • 10:01

Administrar bem o estoque de uma empresa é a maneira mais eficiente de evitar prejuízos, garantir a realização de negócios, manter o cliente satisfeito e se proteger de problemas contábeis. Para isso, é fundamental fazer uma gestão de inventário.

Para muitos empresários e comerciantes, porém, esta é uma tarefa exaustiva. Afinal, conferir cada item, identificar divergências e registrar tudo com precisão pode tomar certo tempo, mas cada uma dessas etapas deve ser realizada com certa frequência.

Se você está em busca de formas de agilizar esse processo, confira agora 5 formas infalíveis de otimizar os dados do seu estoque e faça da gestão de inventário uma ferramenta administrativa eficiente!

 

1. Escolha o período mais apropriado

A melhor data para começar essa listagem é aquela em que não haverá movimentação no estoque. Isso pode acontecer em um final de semana ou feriado, dependendo de seu ramo de atuação.

Sem saídas ou recebimento de mercadorias, será mais fácil relacionar os itens com precisão, sabendo que ao final do dia os itens contados permaneceram com suas quantidades inalteradas.

2. Organize o espaço

Separar os itens por categoria não vai facilitar apenas a contagem para sua gestão de inventário. No dia a dia, uma organização eficiente agilizará a separação e embalagem de mercadorias.

3. Classifique rigorosamente os itens

Embora seja trabalhosa a princípio, a classificação dos produtos, com a criação de códigos e uma descrição detalhada da mercadoria vai ajudá-lo a controlar o estoque e evitar perdas.

É importante que a descrição seja precisa e contenha informações como o tamanho, marca, peso, quantidade e preço, entre outros dados importantes. Esta precisão evita vários problemas, entre eles:

  • Classificação incorreta de produtos que seriam confundidos com itens similares.
  • Falhas de posicionamento e localização no estoque.
  • Prejuízos por faturamento baseado no preço de um item idêntico, mas de outro tamanho ou peso.
  • Perda de mercadorias que não foram localizadas no estoque até que a data de vencimento estivesse ultrapassada.

4. Registre entradas e saídas de forma precisa

Os erros no registro de entrada e saída do estoque são responsáveis por grande parte das inconsistências verificadas. Esta área é muito sensível a erros, que são ainda mais comuns devido à falha humana.

Portanto, algumas medidas são muito úteis para evitar essas divergências. Entre elas estão a capacitação da equipe que lida com o estoque e a utilização de sistemas integrados.

Os conhecidos ERPs registram essas entradas e saídas automaticamente a partir de operações como a realização de compras junto aos fornecedores ou o faturamento de produtos.

Os processos automatizados minimizam a ocorrência de erro humano, garantem a precisão no controle do estoque e ainda agilizam processos referentes à área financeira e tributária. Vale a pena conferir!  

5. Implante o inventário rotativo

Devido ao tamanho do estoque, conferir o inventário frequentemente é uma prática impossível. Porém, a maioria das empresas já percebeu que realizar este processo ao final de um semestre ou ano é uma prática ineficaz que gera grandes perdas.

Uma alternativa é a prática do inventário rotativo. A cada dia, uma parte aleatória do estoque é escolhida para ser contada.

Esse tipo de procedimento permite um acompanhamento mais efetivo dos produtos armazenados, a identificação precoce de problemas que causam as divergências, correções de condutas e de inconsistências ao longo de todo o processo.  

6. Implemente medidas para favorecer o giro

Especialmente se o seu negócio lida com produtos perecíveis ou sazonais, esta é uma medida fundamental. A data de validade das mercadorias ou seu pico de vendas devem ser acompanhados com muita atenção.

Este acompanhamento vai permitir tomar atitudes que favoreçam o giro, como uma exposição diferenciada ou a realização de promoções. Isso é fundamental para não ter prejuízo com mercadorias vencidas ou produtos encalhados nas prateleiras.

Entendeu como algumas práticas simples podem ajudá-lo a ter uma gestão de inventário eficiente? Quer aprender outras maneiras de otimizar os processos do seu negócio e torná-lo mais lucrativo? Então curta nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Artigos relacionados

Newsletter

Receba dicas e as novidades do mercado para ganhar muito mais tempo e eficiência nas operações da empresa! Preencha seus dados e assine nossa newsletter: