fbpx

4 dicas para aumentar o conforto e bem-estar do condomínio

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

Viver em condomínio significa ter que respeitar regulamentos e custos compartilhados. A falta de conhecimento dos direitos e responsabilidades por parte dos moradores pode ocasionar uma série de conflitos e, em alguns casos, gerar uma batalha legal.

Para que a tão sonhada qualidade de vida possa ser alcançada, listamos dicas valiosas para a vida em condomínio. Confira! 

1. Estimule a boa convivência

Para evitar problemas que afetam a vida dos moradores, existem algumas importantes regras de convivência para a vida em condomínio ser mais saudável. 

  1. Conheça e pratique as normas do condomínio
    Estabelecidas pelos próprios moradores em Assembleias, o conjunto de normas do condomínio determina quais os direitos e deveres dos condôminos. Portanto, participe das reuniões que elaboram essas regras e, caso você mude para um local onde elas já foram estabelecidas, procure conhecê-las e praticá-las. 
  2. Cuidado com o uso de áreas comuns
    Salão de festas, piscinas, academia, playground são alguns exemplos de áreas comuns que precisam ser utilizadas considerando as regras existentes para garantir a segurança e a boa convivência entre todos – e evitar conflitos com os demais moradores.
  3. O diálogo é sempre o melhor caminho
    Mesmo com todos os cuidados, conflitos podem surgir. Nesses momentos, o ideal é levar o assunto ao conhecimento do síndico e sempre optar pelo diálogo para a resolução do problema.

Importante: sempre que houver mudança nas normas, todos os condôminos e trabalhadores do local precisam ser comunicados. O mesmo vale para novos moradores que, tão logo cheguem ao condomínio, devem ter acesso às regras.

2.  Dê atenção especial às piscinas e elevadores

É essencial dar atenção especial às norma de uso, fazendo com que todos conheçam o regulamento. 

E ainda, ter pessoas responsáveis por acompanhar sua utilização no dia a dia, garantindo que o entorno esteja limpo e seguro, a iluminação esteja adequada, a colocação de avisos que indiquem profundidade e horário de funcionamento, cuidar da manutenção, etc.

O elevador também precisa de um planejamento de manutenção que avalie o equipamento e cheque sua situação geral antes de apresentar problemas é o modo mais prático e econômico de cuidar dos elevadores, prolongando sua vida útil e evitando que ele apresente defeitos – para isso, é necessário contratar os serviços de profissionais capacitados.

Os usuários também precisam fazer sua parte, cuidando da higiene, obedecendo normas como peso máximo, não pular dentro do equipamento ou ficar brincando com as portas. E, assim como na piscina, jamais deixar crianças usarem sozinhas o elevador.

criança em condomínio

3. Mantenha sistema contra incêndio em boas condições

Sistemas criados para garantir a segurança precisam ser regularmente checados para garantir que estão dentro do prazo de validade e em boas condições e poderão ser usados, se for preciso. 

É o caso do sistema contra incêndio que envolve itens como extintores e mangueira. Da mesma forma que elevadores e piscina, deve ter pessoas responsáveis por essa verificação periódica. Também é imprescindível que o condomínio tenha um seguro.

4. Invista em tecnologia

Nossa última dica para a vida em condomínio é usar a tecnologia. Câmeras de segurança, portões eletrônicos, controles de acesso, uso de aplicativos para comunicação ou para reserva de áreas comuns são alguns exemplos das muitas soluções que geram maior conforto e bem-estar aos moradores – portanto, não é custo, mas investimento!

Neste texto abordamos algumas dicas para a vida em condomínio ser mais agradável e oferecer maior segurança e qualidade de vida a todos os moradores. Se quiser ter mais informações sobre condomínios, visite nosso Blog!

Assine a nossa Newsletter