fbpx

Gestão empresarial: 4 tendências para seguir

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

4 tendências em gestão empresarial para seguirO momento atual da economia brasileira impõe restrições e dificuldades ao crescimento empresarial. Os pontos que têm sido comentados, há mais de uma década, são a alta carga tributária, os expressivos encargos trabalhistas, a falta de investimento em infraestrutura e a escassez de mão de obra qualificada. Por esses fatores descritos a gestão empresarial exige uma atenção redobrada pelos empresários brasileiros. As tendências a seguir envolvem flexibilidade, rapidez e atenção no mercado.

A gestão empresarial integrada

Não é mais possível se planejar e definir metas departamentais em uma organização, pois não é mais suficiente. Elas só irão agregar valor se estiverem engajadas com o todo organizacional, ou seja, numa gestão integrada: uma visão do todo e não fragmentada. A competição aumenta a cada ano e se a empresa não demonstrar para o que veio, engajada com as tendências do mercado e ligada na inovação, acabará perdendo posição no mercado.

A qualificação da mão de obra

A educação é um fator que persegue o Brasil há muitas décadas, principalmente após a Segunda Guerra Mundial, que foi um período de grande evolução tecnológica. A década de 60 foi um período de grande evolução, mas ficamos para trás em termos industriais e continuamos a ter o setor primário em grande foco. Diante desses fatos as empresas começaram a criar universidades corporativas ou cursos em EAD para seus funcionários com o objetivo de criar uma equipe com mais competências e engajados com as tendências mercadológicas.   

A rede wireless e os dispositivos móveis

A internet sem fio e os dispositivos móveis revolucionaram as formas de trabalhar e se comunicar. A mobilidade é um fator importante, pois encontrar as pessoas onde elas estiverem é um ganho de valor considerável. Agiliza os processos empresariais e proporciona um ganho de tempo e desenvolvimento de projetos como o caso da videoconferência. As empresas obtiveram resultados como a acessibilidade, agilidade, confiabilidade, interatividade e sociabilidade. A tecnologia é um dos fatores fundamentais para o desenvolvimento empresarial.

Os sistemas integrados de gestão (ERPs)

A integralidade da gestão empresarial só é possível mediante um sistema de gestão empresarial. O ERP deve ter as funcionalidades necessárias para os processos corporativos e estar ajustado com as inovações tecnológicas para manter uma empresa competitiva nesse mercado ágil e volátil. As mudanças ocorrem com frequência, pois nada é estável.

O cloud computing é uma solução que tem sido usado por muitas empresas. Essa tecnologia inclui ferramentas de backup, rede local privada, firewall virtual, monitoramento de desempenho e interface de programação (API). Todas essas soluções podem fornecer às empresas um conforto e segurança integralizando os dispositivos móveis.

Não há dúvidas de que o mercado do século XXI é voraz e não deixa muitas margens a erros. Uma grande ajuda da tecnologia é a gestão integralizada em conjunto com o sistema de gestão empresarial. Os dispositivos móveis auxiliarão bastante na gestão empresarial, pois a comunicação, que é um fator fundamental em uma organização, se tornou possível em tempo integral. A especialização da mão de obra tornou os funcionários mais preparados e com a criação do plano de carreiras foi possível reter talentos que podem fazer o diferencial competitivo na gestão empresarial.

Esperamos que o post lhe ajude a se enquadrar nas tendências desse mercado globalizado e altamente competitivo! Até a próxima!

Assine a nossa Newsletter