fbpx

Pagar juros e multas pode falir a sua empresa!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Share on whatsapp

A transição de boletos dentro de uma empresa é assustadoramente grande, por isso, se não houver o cuidado necessário, pode acabar se transformando num caos.

 

Pagar juros e multas de boleto não é uma ação desejada por nenhum empreendedor, contudo, segue acontecendo em quase todas as empresas, seja por necessidade, desatenção ou desorganização.

Há maneiras de evitar esse tipo de problema, mas elas demandam trabalho constante e responsabilidade por parte dos responsáveis. Uma regra básica para as empresas é o desenvolvimento de relatórios periódicos, esses que indicarão os problemas na saúde financeira.

 

Mas voltando ao problema principal, é hora de deixar de pagar juros e multas de boletos atrasados!

Resumindo, todo o problema se resolve com muito planejamento, organização da equipe e prioridades bem definidas. Mas claro, isso junto com processos e muita dedicação. Conheça algumas maneiras de evitar o gasto a mais com contas atrasadas:

 

  • Autorize o débito automático de todas as contas possíveis e, quando não houver essa opção, faça o agendamento dos pagamentos para a data de vencimento, através do aplicativo do seu banco. Só fique atento para não pagar em duplicidade;

 

  • Preste atenção nos gastos fixos dos meses anteriores e utilize-os como base para se programar para os próximos pagamentos. Se o gasto variou entre R$ 100,00 e R$ 250,00 naqueles meses, leve sempre em consideração o valor mais alto;

 

  • Um ponto bem básico mas que ainda precisa ser reforçado: não misture contas pessoais e empresariais. Ou seja, não utilize o dinheiro da empresa para pagar a ração do cachorro;

 

  • É preciso lembrar que sua empresa pode lucrar menos em alguns períodos do ano, portanto, será necessário ter dinheiro em caixa para pagar futuras dívidas. Se você é daqueles que retira todo o lucro da empresa e coloca logo na sua conta bancária, saiba que o seu negócio está correndo sérios riscos. Esse dinheiro precisa funcionar como ser uma reserva;

 

  • Mantenha o controle do saldo da sua empresa por meio de um fluxo de caixa, isso fará com que você consiga visualizar previamente a quantidade de dinheiro disponível no dia do pagamento das contas.

 

O fluxo de caixa é essencial para proteger a empresa de pagar juros e multa e economizar dinheiro, já que faz a organização de contas. Olhando de conta para conta, você pode não perceber a relevância desse dinheiro a menos. Se você observar mais de perto, um pequeno atraso aumenta em média 2% do valor da conta, então, se a conta totalizar R$ 10.000, você terá um juros de R$ 200,00. Agora imagina ter esse prejuízo todo mês, ou pior, mais vezes no mesmo mês!

Agora lembre-se, esse dinheiro será pago com a margem do lucro, ou seja, o dinheiro sairá diretamente do seu bolso.

A utilização do fluxo de caixa é realmente indispensável para qualquer negócio que queira gerar lucros. Apesar de ser trabalhoso, a eficácia dos resultados são indiscutíveis.

 

Leia também: Consultoria financeira para empresas – Por que contratar?

Assine a nossa Newsletter