ERP: conheça as vantagens de ter um na sua empresa | Blog

Softwares

ERP: conheça as vantagens de ter um na sua empresa

por grupometa • 31/07/2019 • 16:57

Um sonho de todo gestor é conseguir otimizar ao máximo os processos da sua empresa, de forma a aumentar a produtividade e conseguir mais resultados positivos e precisos em menor prazo.

E uma das formas de obter isso é por meio da automatização dos processos. Para auxiliar nisso, pode-se optar pela implementação de um sistema ERP.

Continue lendo e descubra o que é isso e as principais vantagens e desvantagens de seu uso no cotidiano empresarial.

O que é ERP?

ERP (Enterprise Resource Planning, ou, em português, Planejamento dos Recursos da Empresa) é um sistema de gestão empresarial integrada. Por meio de um software, é possível ter acesso a informações, dados e soluções dos mais diversos departamentos da empresa em um mesmo dashboard, tais como: vendas, marketing, finanças, contabilidade, RH, suprimentos, produção, entre outros.

Nele pode-se automatizar ações como pagamentos, inserção de dados financeiros, entrada e saída de produtos, controle de inventário, compras de insumos, informações de impostos, questões referentes à folha de pagamento, monitoramento de banco de horas, entre outros.

Ele também pode ser integrado com outros softwares específicos de determinada área, auxiliando na junção e organização de informações.

Quais as vantagens de ter um em sua empresa?

Mas por que optar por esse sistema especificamente? O que ele traz de benefício para o seu negócio? Confira as principais vantagens:

Redução de custos

Por meio de um sistema ERP há uma redução de custos no que concerne ao capital humano. Algumas funções operacionais, que antes eram realizadas por funcionários, podem ser feitas por meio da automação, dispensando a ação manual dessas pessoas.

Assim reduz custos com folha de pagamento ou, então, pode-se remanejar colaboradores para funções analíticas, melhorando a eficiência da organização, consequentemente, diminuindo custos em relação à produtividade obtida.

Maior eficiência administrativa

Um sistema automatizado permite potencializar a eficiência dos setores individualmente e da empresa com um todo. Isso é possível pela agilidade de processos obtida. Enquanto uma tarefa poderia demandar uma hora feita de forma manual, ela agora pode ser realizada por meio de um único clique. Além disso, há a redução da necessidade de revisão de tarefas devido a falhas humanas.

Modernização dos processos

A inserção de um sistema ERP auxilia na modernização dos processos. Sua empresa sai a frente, utilizando uma tecnologia que cada vez mais mostra ser um diferencial no mercado. Principalmente se o setor do seu negócio é bastante competitivo, ele gera vantagens perante os concorrentes.

Perspectiva integrada da empresa

Por meio dos dados obtidos no sistema ERP, pode-se avaliar a situação da empresa como um todo. Quando isso é feito de forma manual, há uma dificuldade natural de enxergar essa perspectiva integrada, principalmente devido a informações entregues aos gestores de forma separada por setor.

O próprio software oferece um dashboard integrado, garantindo que os administradores possam enxergar como um setor impacta diretamente nos demais, auxiliando a identificação de gargalos, resolvendo-os e potencializando resultados.

E quais as desvantagens do ERP?

É importante ficar atento a algumas desvantagens dos sistemas ERP que podem gerar problemas, caso os gestores não fiquem atentos. Estão entre os principais deles:

  • inserção de dados não confiáveis caso o input tenha que ser oferecido pelo usuário/colaborador;
  • investimento em hardware, caso não se use um ERP baseado na nuvem;
  • a implantação exige dedicação das equipes para adequação ao novo sistema, bem como demanda treinamento específico.

Porém, todos esses problemas podem ser contornados, a fim de conseguir desfrutar dos benefícios da automação para seu negócio.

Achou interessante as vantagens da implantação de um sistema ERP? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e leve essa informação a sua rede de amigos e colegas de trabalho!

Artigos relacionados

Newsletter

Receba dicas e as novidades do mercado para ganhar muito mais tempo e eficiência nas operações da empresa! Preencha seus dados e assine nossa newsletter:



No estoque de uma empresa, estão armazenados os itens que serão necessários para a prestação de serviços ao cliente. Qualquer processo dentro da organização depende diretamente, dos itens que estão no inventário.

Por isso, é importante investir na gestão de estoque, garantindo que todas as ações da empresa funcionarão de acordo com o planejado. Quando o setor está desorganizado, pode prejudicar a dinâmica dos processos, como a falta de um produto, por exemplo.

Deixar o consumidor sair de mãos abanando é fatal para qualquer negócio. Afinal, se isso acontecer, ele vai em busca da concorrência e pode nunca mais voltar. Pensando nisso, abordamos, ao longo deste artigo, as principais tecnologias e ferramentas para melhorar sua gestão de estoque. Boa leitura!

 

Gestão de estoque: quais as vantagens?

A gestão de estoque é necessária em qualquer organização, independentemente de seu porte ou segmento de atuação. Sua importância reside no fato de visar os propósitos principais de toda empresa, qual sejam, a lucratividade e a satisfação do cliente.

O primeiro passo para um gerenciamento eficiente consiste em realizar o inventário. Esse documento contabilístico serve para registrar todos os pertences da organização. O empreendedor que adota essa estratégia de controle do estoque desenvolve um diferencial competitivo que o destaca da concorrência.

Dessa forma, quem gerencia o depósito de produtos consegue praticar preços melhores e entregar maior agilidade no atendimento.

Redução de perdas

Caso o estoque não passe por um rigoroso controle, os itens podem passar do prazo de validade ou sofrer avarias ocasionadas por condições inadequadas de armazenamento. Logo, é altamente recomendável checar periodicamente o estoque, a fim de reorganizá-lo e evitar perdas.

Controle das entradas e saídas

As perdas acontecem, também, quando a gestão negligencia a necessidade de computar entradas e saídas dos produtos em estoque. Caso as compras e retiradas não sejam devidamente gerenciadas, a empresa se sujeita, por um lado, à falta de produtos e, por outro, à perdas por excesso, além, é claro, de se submeter a possíveis irregularidades fiscais.

Cumprimento da legislação

Além de garantir a saúde financeira, o inventário dos estoques resguarda a regularidade fiscal da companhia. Há leis que regulamentam essa gestão nas empresas, especialmente, para fins de fiscalização dos tributos.

Relatórios anuais, impostos sobre produtos e registros permanentes são algumas das obrigações determinadas por lei ao gestor.

Atendimento de qualidade

Já imaginou se o cliente solicita um produto ou serviço e você precisa recusar a venda devido à falta de algum item essencial no estoque? Isso rompe a confiança do consumidor. Gerindo os estoques, você garante que sempre terá à mão os itens necessários para o correto desempenho das atividades.

 

Como a tecnologia pode ajudar?

Para que a gestão de estoque seja um verdadeiro sucesso, apostar na tecnologia é a melhor saída. Automatizando e aprimorando os processos, você consegue reunir informações detalhadas e trabalhar mais rápido, economizando o tempo útil da equipe que, de outro modo, seria perdido em ações dispensáveis.

Integração

Uma das grandes vantagens em implementar a tecnologia na logística do estoque é a integração de processos. Departamentos que funcionam em consonância criam comunicações mais dinâmicas e fluidas. Em consequência, os atendimentos se tornam mais eficientes.

O software de gestão assegura que os departamentos recebam automaticamente os dados necessários para o seu pleno funcionamento, otimizando as atividades da organização.

Consolidação de relacionamentos

A integração dos processos traz mais um benefício: estreita o laço com fornecedores e parceiros. Os softwares de gestão auxiliam na criação de uma cadeia logística mais organizada, que atuará em prol de objetivos comuns.

Sabendo exatamente o quanto solicitar de cada fornecedor e conhecendo o hábito de compra dos seus consumidores, o gestor consegue montar melhores parcerias e negociar preços.

Portabilidade das informações

Ao adotar um software, o seu estoque pode ser gerido a partir de qualquer lugar. Os programas não são acessíveis apenas pelo desktop mas, também, por meio do tablet ou do smartphone.

Com a possibilidade de realizar atividades relacionadas à gestão de estoque a qualquer hora, os processos podem, consequentemente, ser controlados com mais eficácia e precisão.

Agora que você tem as melhores dicas para aprimorar a sua gestão de estoque, aproveite para tornar sua organização mais eficiente: conheça os motivos para automatizar processos na sua empresa!

CTA ebook Data driven

No estoque de uma empresa, estão armazenados os itens que serão necessários para a prestação de serviços ao cliente. Qualquer processo dentro da organização depende diretamente, dos itens que estão no inventário.

Por isso, é importante investir na gestão de estoque, garantindo que todas as ações da empresa funcionarão de acordo com o planejado. Quando o setor está desorganizado, pode prejudicar a dinâmica dos processos, como a falta de um produto, por exemplo.

Deixar o consumidor sair de mãos abanando é fatal para qualquer negócio. Afinal, se isso acontecer, ele vai em busca da concorrência e pode nunca mais voltar. Pensando nisso, abordamos, ao longo deste artigo, as principais tecnologias e ferramentas para melhorar sua gestão de estoque. Boa leitura!

 

Gestão de estoque: quais as vantagens?

A gestão de estoque é necessária em qualquer organização, independentemente de seu porte ou segmento de atuação. Sua importância reside no fato de visar os propósitos principais de toda empresa, qual sejam, a lucratividade e a satisfação do cliente.

O primeiro passo para um gerenciamento eficiente consiste em realizar o inventário. Esse documento contabilístico serve para registrar todos os pertences da organização. O empreendedor que adota essa estratégia de controle do estoque desenvolve um diferencial competitivo que o destaca da concorrência.

Dessa forma, quem gerencia o depósito de produtos consegue praticar preços melhores e entregar maior agilidade no atendimento.

Redução de perdas

Caso o estoque não passe por um rigoroso controle, os itens podem passar do prazo de validade ou sofrer avarias ocasionadas por condições inadequadas de armazenamento. Logo, é altamente recomendável checar periodicamente o estoque, a fim de reorganizá-lo e evitar perdas.

Controle das entradas e saídas

As perdas acontecem, também, quando a gestão negligencia a necessidade de computar entradas e saídas dos produtos em estoque. Caso as compras e retiradas não sejam devidamente gerenciadas, a empresa se sujeita, por um lado, à falta de produtos e, por outro, à perdas por excesso, além, é claro, de se submeter a possíveis irregularidades fiscais.

Cumprimento da legislação

Além de garantir a saúde financeira, o inventário dos estoques resguarda a regularidade fiscal da companhia. Há leis que regulamentam essa gestão nas empresas, especialmente, para fins de fiscalização dos tributos.

Relatórios anuais, impostos sobre produtos e registros permanentes são algumas das obrigações determinadas por lei ao gestor.

Atendimento de qualidade

Já imaginou se o cliente solicita um produto ou serviço e você precisa recusar a venda devido à falta de algum item essencial no estoque? Isso rompe a confiança do consumidor. Gerindo os estoques, você garante que sempre terá à mão os itens necessários para o correto desempenho das atividades.

 

Como a tecnologia pode ajudar?

Para que a gestão de estoque seja um verdadeiro sucesso, apostar na tecnologia é a melhor saída. Automatizando e aprimorando os processos, você consegue reunir informações detalhadas e trabalhar mais rápido, economizando o tempo útil da equipe que, de outro modo, seria perdido em ações dispensáveis.

Integração

Uma das grandes vantagens em implementar a tecnologia na logística do estoque é a integração de processos. Departamentos que funcionam em consonância criam comunicações mais dinâmicas e fluidas. Em consequência, os atendimentos se tornam mais eficientes.

O software de gestão assegura que os departamentos recebam automaticamente os dados necessários para o seu pleno funcionamento, otimizando as atividades da organização.

Consolidação de relacionamentos

A integração dos processos traz mais um benefício: estreita o laço com fornecedores e parceiros. Os softwares de gestão auxiliam na criação de uma cadeia logística mais organizada, que atuará em prol de objetivos comuns.

Sabendo exatamente o quanto solicitar de cada fornecedor e conhecendo o hábito de compra dos seus consumidores, o gestor consegue montar melhores parcerias e negociar preços.

Portabilidade das informações

Ao adotar um software, o seu estoque pode ser gerido a partir de qualquer lugar. Os programas não são acessíveis apenas pelo desktop mas, também, por meio do tablet ou do smartphone.

Com a possibilidade de realizar atividades relacionadas à gestão de estoque a qualquer hora, os processos podem, consequentemente, ser controlados com mais eficácia e precisão.

Agora que você tem as melhores dicas para aprimorar a sua gestão de estoque, aproveite para tornar sua organização mais eficiente: conheça os motivos para automatizar processos na sua empresa!

CTA ebook Data driven